Arredores

Fred

18 Junho 2018

Sem comentários

Santiago do Cacém
e arredores

Santiago do Cacem

Santiago do Cacém é o segundo maior município de Portugal, remontando ao período pré-histórico. A cidade compõe-se de duas partes: a parte antiga com o seu castelo construído nos socalcos do monte e a moderna área construída à volta do mercado, no sopé do monte sobre o qual o castelo se encontra localizado. O castelo e a igreja (matriz), que lhe está ligada, são ambos monumentos nacionais formando o coração do centro histórico. De origem árabe, o imponente castelo foi completamente reconstruído pelos cristãos no séc. XII. ligada aos seus restantes muros existe agora a Igreja matriz que data do séc. VIII. Dê um passeio à volta das muralhas do castelo e aprecie a magnífica vista sobre a cidade de santiago do Cacém e a linha de costa da Costa Vicentina.

 

Em dias de pura claridade poderá ver, ao longe, a lagoa de santo André e até mesmo alcançando a visão da serra da Arrábida, em Setúbal. Comece por visitar o castelo a partir da base do monte e suba gradualmente até ao ziguezaguear das ruas estreitinhas da parte baixa dos socalcos leste do castelo. Ruas alinhadas com antigos palacetes e casa com datas que remontam ao ano de 1301, incluindo os bombeiros e a garagem do primeiro carro a ser conduzido pelas ruas de santiago do Cacém. O conjunto arquitectónico harmonioso inclui uma coluna datada de 1845, no centro do largo conde de Barcial. No sopé do monte do castelo fica a velha prisão, agora transformada no museu municipal da cidade, onde se encontra exposta uma colecção de artefactos arqueológicos encontra em e nos arredores de Miróbriga. O museu dispõe igualmente de uma secção etnográfica reproduzindo cenas de ruralidade alentejana a partir do séc. XIX.

Miróbriga

Fascinantes ruínas romanas que se encontram localizadas nos arredores de Santiago do Cacém. Uma breve viagem, ou um passeio a pé de uma hora, partindo do castelo, Miróbriga está aninhada na base dos montes interiores de Santiago. Esta estação arqueológica foi, a seu tempo, um importante centro urbano no período romano. O sítio consiste num hipódromo, casas decoradas com pinturas murais, uma acrópole, o templo de Vénus e um riquíssimo complexo de instalações de banhos. O complexo de banhos públicos é composto por uma zona de frio, denominada “frigidarium” e por uma zona quente “caldarium e tepidarium”.

Os solos cobertos de mármore demonstram a importância de Miróbriga para as rotas de comércio, peregrinações e festividades. Miróbriga testemunha a riqueza de uma agricultura e centro de comércio de animais das mais bem preservadas ruínas romanas no nosso país.

Badoca Parque

A cinco minutos de viagem, saindo do Monte dos Carotos, o Parque Badoca Safari está localizado à saída da autoestrada IC33 entre Grândola e Sines e é um parque de estilo de safari africano onde a magia se torna realidade no coração do interior alentejano.

 

Um dia replecto de divertimento para toda a família, tanto par adultos como para crianças. Poderá ter um contacto próximo com diversas espécies africanas a partir dos atrelados do roteiro. A robustez de um tractor e seus atrelados levar-vos-á através de 40 hectares de safari com antílopes, zebras, girafas, búfalos e avestruzes, movimentando-se em plena liberdade.
Chegue bem perto dos lemures “Ringtale”, tornados famosos pelo filme Madagáscar, numa sessão de inter-acção com eles. Durante este contacto entramos no habitat destes engraçados e únicos animais apenas possível encontrar na ilha de Madagáscar.
Leve o seu piquenique ou almoce no belíssimo restaurante panorâmico.
O Badoca Parque tem, igualmente, uma vasta área pedonal com aviários, ilhas de primatas e uma quinta de animais. Junte-se à explicação de um dos tratadores ou a um show de aves de rapina, que acontecem várias vezes ao dia.

 

Par mais informações sobre o Parque, por favor contacte a sua anfitriã.